Caros leitores, vocês irão encontrar artigos diversos e ter o prazer de desfrutar nesse universo democrático que é o Espaço Livre.
Sita-se a vontade para postar comentários, enviar mensagens, perguntas, dar sugestões e fazer críticas.

14 setembro 2010

Educação

Segundo o dicionário da língua portuguesa, a educação significa ação e efeito de educar, desenvolvimento das capacidades humanas para a integração social; instrução; civilidade.
A educação está constantemente na vida de todos os seres humanos, desde seu nascimento até a fase adulta. Ela acontece ao se transmitir os ensinamentos e valores para a formação moral e conhecimentos.
Existem dois tipos de educação, e ela se divide em educação assistemática e educação sistemática.
Educação assistemática é um processo de aprendizagem contínuo, tipo de educação que recebe cada indivíduo durante toda sua vida, que se tem inicio no seio familiar, aquela que se é dada pelos pais ou responsáveis. Consecutivamente nas igrejas, trabalhos, entidades sociais e etc.
Educação sistemática é a forma de ensinamento de algo que foi anteriormente pré-estabelecido. É aquela que é sistematizada, programada, é uma educação formal, e acontece dentro de um estabelecimento de ensino, a escola. Dar-se inicio com a educação básica, em geral, na idade de cinco até o ensino superior, sem ter uma idade estabelecida
A educação engloba o aprender-ensinar-e-aprender.


O PAPEL DA EDUCAÇÃO SEGUNDO ALGUNS EDUCADORES

Segundo Paulo Freire, “estudar não é acto de consumir idéias, mas de criá-las e recriá-las”.
"O principal objetivo da educação é criar homens capazes de fazer coisas novas não simplesmente de repetir o que outras gerações fizeram homens criativos, inventivos, descobridores" (Piaget).
Para o teórico Frances Edgar Morin “O papel da educação é de nos ensinar a enfrentar a incerteza da vida; é de nos ensinar o que é o conhecimento, porque nos passam o conhecimento, mas jamais dizem o que é o conhecimento. (…) Em outras palavras, o papel da educação é de instruir o espírito a viver e a enfrentar as dificuldades do mundo”.


O EDUCADOR

"Os educadores experientes não são aqueles que estimulam a transpor as barreiras exteriores, mas os obstáculos secretos. Não são aqueles que transformam seus filhos e alunos em depósito de informações, mas os que estimulam seu apetite intelectual e os animam a digerir informações". (Augusto Cury)

“Os educadores precisam compreender que ajudar as pessoas a se tornarem pessoas é muito mais importante do que ajudá-las a tornarem-se matemáticas, poliglotas ou coisa que o valha." (Carl Rogers)

A educação está diretamente ligada ao papel do educador, e ao educando. Para ser educador, não é só ter conhecimentos adquiridos num curso de Pedagogia, é preciso ter a consciência e um esforço verdadeiro para promover a própria auto-educação.
Antes de tudo o educador tem que ser humilde e muito paciente; deve saber conduzir as suas próprias emoções, manter o equilíbrio; deve saber usar a arte de ouvir e observar. Utilizar em conjunto os ensinamentos pedagógicos com as experiências vivenciadas do educando respeitando a individualidade (cultura), de cada um. O papel do educador é contribuir com o reforço na aprendizagem do educando incentivando-o a pensar e expor sua opinião.

Um comentário:

  1. Eu lecionei para pessoas de idade variando de 11 a 65 anos, e acho que para crianças e adolescentes o ideal de Paulo Freire é utópico ao desconsiderar a falta de referências nos muito jovens pelo pouco tempo de estar no mundo para ter vivências a partir das quais tenham alicerce para construir um conhecimento mais próximo da realidade.
    Já nos mais adultos, sim, as vivências e experiências diversas, seja no científico-cultural, seja no introspectivo-pessoal, funcionam perfeitamente na idéia de Paulo Freire.

    ResponderExcluir

obrigado pelo comentário